Carta de Princípios


Este documento, fruto de muita partilha de ideias e conceitos, espelha o que a equipa entende que devem ser os princípios norteadores da nossa atuação. Foi assinado por todos os cooperantes, sendo condição sine qua non para futuras adesões.

Carta de Princípios

A Coop LInQUE é uma cooperativa de solidariedade social, composta por uma equipa transdisciplinar de profissionais que combinam ciência e humanismo. Propõe promover uma resposta ativa, rigorosa e abrangente que visa melhorar a qualidade de vida e aliviar o sofrimento dos doentes com necessidade de cuidados paliativos e suas famílias, no meio natural onde estão inseridos.

Reúne profissionais das várias áreas relevantes para levar a cabo a sua missão, em estreita ligação com o voluntariado, construindo com os doentes, os seus familiares e cuidadores uma relação que coloca e mantém a pessoa em permanente processo de evolução e integração e evolução.


Nas suas relações com as partes interessadas internas e externas, a Coop LInQUE tem como princípios:

1. Prestar um serviço de qualidade, com rigor e humanismo, centrado nas necessidades e nos desejos dos doentes e respetiva família, através de uma intervenção holística que integre as vertentes física, psicossocial, emocional e espiritual;

2. Pautar-se pelos valores da competência, honestidade, compromisso, solidariedade, autonomia e respeito pela vida e pela dignidade humana;

3. Promover a capacitação social e a formação de todos os intervenientes no projecto de vida do doente, nomeadamente a familia, os cuidadores formais e informais, promovendo uma linguagem comum na intervenção centrada no doente e sua familia.

4. Articular e promover a colaboração entre instituições, estabelecimentos de saúde e técnicos, unindo esforços para aliviar o sofrimento e promover a qualidade de vida do doente e da sua família;

5. Alinhar os seus colaboradores na prossecução dos objetivos e no desenvolvimento estratégico da organização com base numa conduta ética e transparente, promovendo o seu desenvolvimento profissional e pessoal através de um plano de acompanhamento e de formação contínua.

6. Garantir a sua sustentabilidade nas dimensões económica, social e ambiental.